Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Características
Início do conteúdo da página

Características

O município de Chácara/M.G. localiza-se no sudeste da Zona da Mata Mineira, na Microregião de Juiz de Fora, sendo o centro urbano localizado em um vale recortado pelo córrego São Sebastião, cuja denominação nos remete ao padroeiro deste município. A localização geográfica da sede municipal, a 21° 40’ 19” S e 43° 13’ 19” O, a aproximadamente 15 quilômetros de Juiz de Fora, é privilegiada em relação a importantes capitais como o Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de outros centros urbanos como Coronel Pacheco/M.G. e Goianá/M.G.. Com área de 152,88 quilômetros quadrados e altitudes que variam entre 639 metros na foz do Córrego Água Limpa e 1023 metros na nascente do Ribeirão das Rosas, Chácara tem como municípios limítrofes: Goiana ao norte, Coronel Pacheco a noroeste, Juiz de Fora a oeste, Bicas a sudeste e São João Nepomuceno a nordeste. O município é um dos integrantes da Associação dos Municípios da Micro-Região do Vale do Paraibuna – AMPAR, com os acessos rodoviários feitos pelas rodovias estadual MG-353 e federal BR-040, ambas a partir de Juiz de Fora, além de itinerários através de estradas municipais, inclusive com ligação direta até a BR-267.

      A população de Chácara, é de 2.792 habitantes, de acordo com o I.B.G.E., senso de 2010, sendo que destes, 1.903 moram na Zona Urbana e 889 moram na Zona Rural. Já a população residente por sexo é em maior número masculina, 1.410 homens e 1.382 mulheres. Ainda de acordo com o censo de 2010, quando ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M), este equivale ao de Municípios com IDH médio, ou seja, com um IDH igual a 0,664. Dentre os fatores que contribuíram para este índice, a educação é destaque passando o IDH-M em 2000 de 0,373 para IDH-M em 2010 de 0,512.

      Como em outros municípios da região, na atualidade, as proporções e a dinâmica da população urbana e rural são muito diferentes, com decréscimo acentuado desta última, particularmente a partir dos anos 70. Acrescido a este fato, vale mencionar que, nos últimos anos, o município teve uma progressiva redução populacional como ressaltado inicialmente. Entretanto, novos empreendimentos como o Colorado, que inserem uma dinâmica urbanizada no contexto rural, mesmo sem a dotação de infraestruturas, pode ser um componente atrativo para populações.

      A organização político-administrativa do Município compõe-se da Sede Municipal caracterizada pelo centro urbano concentrado, numa posição relativamente central, como mencionado e oito regiões com lugarejos. Ao norte, temos São José do Cágado e Tabocas; a noroeste São Fidelis, Santana e outros lugarejos como Água Limpa, Barra, Boa Vista, Durandet, Pinheiros; a leste Campo Belo, ao sul, Morro Vermelho, a sudoeste Chão Frio (Marmelo) com os lugarejos de Sossego e Vargem Alegre, a oeste, Mato Virgem com os lugarejos de Araras, Aracaju e Roncador. Estas regiões não possuem perímetro delimitado e o fato de cada uma destas ter possuído escolas estaduais contribuiu para a regionalização da área rural. O perímetro urbano conforme utilizado pelo Censo 2000 foi delimitado da seguinte forma “...do ponto inicial segue pela rua Nicolau Falci, rua José Gonçalves Pinto, rua Antonio Duque, rua Coronel Onofre Augusto de Paula, estrada para São João Nepomuceno, sobre a encosta passando pelos fundos dos lotes das ruas José Portes da Silva e Antonio Pereira da Silva (ambas inclusive), atravessa a estrada para São Fidelis continua em reta até um ponto fronteirro ao canteiro direito do campo de futebol (inclusive), segue por outra reta, formando um ângulo de 90° até o início da rua Coronel Onofre Augusto de Paula, segue por esta até o ponto inicial.” Este perímetro foi alterado, tendo sido redefinido a partir de marco na praça central com raio de dois quilômetros abrangendo o atual perímetro urbano.

Fim do conteúdo da página